Posts Tagged ‘mídia

02
mar
09

PSM Arts Review: David Lachapéu mescla carnaval e bizarro

Ousado e diferentão, o fotógrafo David Lachapéu prova que “quem tá de chapéu na parada é o caraio” em sua nova coleção.
Polêmico pelos seus temas envolvendo famosos, religião e Kurt Cobain, ele agora faz um mix carnavalesco, unindo situações improváveis.

O PSM Arts Review apresenta, uma pitada de Lachapéu em Carnival´s Arrego:

lachapeu

Anúncios
19
jan
09

Obama, faz favor um segundinho…

"Na porta da frente / na porta de trás"

Pra que ficar se preocupando e tentando entender um monte de assunto que não tem a ver com jogo de bola?

Pedro Bola Simensatto

É fato que o Obama está aí na área – e isso ninguém discute. Mas, diante da gigantesca posse, não tem como não pensar: “mas, kct, o q o Baraka vai mudar na minha vida? Vai pagar minha Net? Vai passar pomada nas minhas micoses”?

Não, não vai. A não ser que… Não, não vai mesmo.

Então se liga, mano! Larga de dar uma de Bono Vox e desencana de “hora da mudança”, “aloha spirit”, fim da crise, era do otimismo e uma pá de coisa que tão publicando por aí.

Fica de boa aí, assistindo Caminho das Índias e não me enche mais o saco, firmeza?

08
jan
09

Direto de Gaza: colunista realiza ato pró-minazinhas do telemarketing

Mesmo com o pau torando na faixa de Gaza, o colunista-fundador do PSM, Rangel Bueno, esteve na região de conflito por engano (Ler nota na íntegra da Sião Turismo) e aproveitou para mais uma vez atestar seu apoio às minazinhas do telemarketing. A categoria representa a minoria mais sofrida nesse quebra-quebra comandado por Israel.

Rangel reinvindicou melhores condições para as minazinhas e ainda leu uma poesia de sua autoria. Por sinal, a falta de energia elétrica na região transformou o ato em uma grande mímica, aplaudida também, é claro.

R. reforça que a luta não deve parar, mas não explicou a ninguém de ontem surgiu o interesse por esse nicho tão específico de mulheres. “Tipo assim… a paz é o eixo central, apenas isso”, concluiu.

Sem armas e pelo telemarketing viral

Sem armas e pelo telemarketing viral

19
fev
08

Fidel diz que é tudo mentira

Fidel Castro, imperador excelcior de Cuba, declarou hoje (19/02) que era tudo brincadeira. Em meio a palavras de ordem, slogans comunistas e barulhos desconexos da multidão, el chefòn ainda enfatizou “…é mentira, gente…”

Sem condições de averiguar pelo google se a falácia se referia à revolução de 59, à crise dos mísseis de 62 ou à partida de bridge de 75, aproveitamos para divulgar a nova novela das seis da Globo, “Cuba Livre”

A história acompanha a trajetória de 3 gerações de 4 irmãos e irmãs de famílias rivais que se casam entre si e lutam pela liberdade e pelo amor em Sierra Maestra. E tal. A direção é de Miguel Falabella, com participações especiais de Antônio Fagundes (o Juvenal Antena da TV) como Fidel Castro nos dias atuais, Marcos Pasquim como Fidel Castro jovem sem camisa, João Ubaldo Ribeiro/Jorge Amado/Dorival Caymmi como Raul Castro e Ewerton de Castro como Castro Alves.

A trilha é de John Williams.

24
jan
08

Maísa, o novo Pete Doherty

A grande questão é, vale a pena ser lembrado pelos goles que bebe ou pelos tombos que leva?
Se Norman Mailer não tivesse morrido e tivesse recebido o email do Bueno com a senha para postar nesse blog, certamente ele responderia “isso, só que um pouco mais para a esquerda”.

raulgil.jpg

Pois bem, todos nós amigos nos lembramos do colega jornalista Ricardo, certo? Foi em seu novo blog que eu pude ter acesso a essa garota que teve as manhas de trazer novamente os ares fétidos da contracultura para o nosso dia-a-dia. Melhor, para as manhãs do SBT, até então habitadas por seres estranhos e franjas repicadas de maneira duvidosa.

Trata-se do fenômeno Maísa, cria do programa do Raul Gil (Band), que agora ganhou um programa de desenhos no SBT.

Pé na porta e soco na cara
Ela nunca teve papas na língua. Explorada na tela da tevê desde que nasceu, nunca se rendeu ou fez o tipo bonitinha que segura a barra das saias com sorrisos. Ou mesmo, nunca olhou bem nos olhos de uma paquerinha na mesa e disse “Pearl Jam, você gosta de Pearl Jam”? Não é mesmo, Bernarrrddd?

Enfim, o fato é que depois de alguns anos recebendo na testa os respingos de saliva do Raul Gil, a garota Maísa teve finalmente sua chance com uma proposta de apresentar, apenas aos sábados, o programa de desenhos Bundinha & Cia na emissora do Pilvio Santos. E, mano, ela quebrou tudo…

Fala palavrões, se coça em frente às câmeras, paga um veneno para os manés que ligam para participar das brincadeiras. Na fina flor de seus cinco aninhos, ela é o tipo de garota que morderia um morcego no palco, urinaria em algum monumento histórico no Álamo ou mesmo montaria uma banda com Tommy Iommi em Birminghan.

Maísa é a nova criança, o modelo infantil da era dos controles de videogame com sensores de movimento? Ou ela é novamente uma opção de programa infantil para adultos? Não sei…
Quanto tempo isso vai durar? Que se exploda…

O fato é que ela é bem melhor que muito documentário de genética da BBC por aí…